8 pequenas mudanças para ajudar salvar os oceanos

Frequentemente, as pessoas imaginam que é muito complicado ajudar a salvar os nossos oceanos individualmente.

Para muitos, as mudanças devem vir de grandes corporações e ações governamentais, sendo esse o único caminho para uma verdadeira diferença. Mas isso não é verdade.

Não importa onde vivemos ou o que fazemos. Nós estamos conectados com o mar e podemos fazer a diferença para melhorar a situação em que se encontra.

Fazendo sua parte!

Queremos ajudar na recuperação de declínios passados, e proteger de futuros danos e ameaças. Esperamos que daqui alguns anos, os mares estejam vivos e saudáveis, a prosperar de vida selvagem.

E, ao fazer algumas pequenas mudanças, podemos proteger os oceanos e aumentar a saúde ambiental global.

Algumas pequenas mudanças fazem uma grande diferença!

1. Minimize seu uso de plásticos

Limite seu impacto, reduzindo, reutilizando e reciclando os plásticos (nesta ordem).

Pegue suas próprias sacolas reutilizáveis para ir ao mercado. Essa atitude está se tornando comum para muitos e, enquanto outras medidas legislativas, em diversos países, estão entrando em vigor, lentamente, como: cobrança de xícaras de café recicláveis; proibição de microesferas em cosméticos; assim como, produção de hastes flexíveis em plástico…. você pode fazer a alteração agora!

Leve uma garrafa de água e caneca reutilizáveis, para o trabalho ou quando sair. Armazene os alimentos em recipientes não descartáveis (como pote de azeitona ou geleia, por exemplo), compre cotonetes com palitos, tire o hábito de sugar bebidas – diga não aos canudos de plástico e evite cosméticos e produtos domésticos que contenham microesferas e glitter plástico.

Itens recolhidos em limpeza de praia

O lixo marinho mata milhares de aves, tartarugas, baleias e golfinhos, a cada ano. Agora, os microplásticos e microfibras estão entrando no nosso abastecimento de água, e afetando a vida marinha na cadeia alimentar.

Uma dica extra, é utilizar saco reutilizável para legumes e verduras, na hora de ir ao mercado. Isso pode ser feito em casa mesmo. Basta tecido, fio cordonê , linha e agulha. Caso não tenha facilidade para a confecção, existem diversos sites que vendem a preços acessíveis.

Feitos à mão

2. Faça escolhas inteligentes na hora de comprar alimentos derivados do mar

Mais de dois terços da população mundial de peixes são super explorados e os habitats vitais foram destruídos. (Fonte: Wildlife Trust)

Ao comprar ou pedir frutos do mar, sempre escolha os sustentáveis. Se for possível, não compre de fornecedores que pescam populações super exploradas ou que usem métodos prejudiciais ao meio ambiente, como a pesca de arrasto. Evite os principais predadores como o atum e procure informações sobre sustentabilidade.

Quando se trata de pesca sustentável, pode contar com a certificação do Marine Stewardship Council, a qual é concedido somente à empresas de pesca, quando o peixe é capturado de forma sustentável, sob condições monitorizadas.

Assim, apenas uma certa quantidade de peixe é proveniente de populações, que se podem recuperar. Se este princípio for seguido, os oceanos podem ser utilizados como recurso, pois se regeneram constantemente. O MSC administra o programa mundial líder em certificação ecológica de peixe capturado, em estado selvagem. Satisfaz os requisitos reconhecidos internacionalmente pela FAO e pelo ISEAL. (Fonte: WWF).  Aqui no Brasil, ainda encontramos poucos fornecedores certificados, mas deixo abaixo link para pesquisa.

Existe peixe sustentável sem qualquer certificado!

Nem todo peixe e marisco sustentáveis têm um certificado, podendo ainda assim, serem recomendados. O motivo para a falta de certificação, pode ser devido a pescadores, que exercem a pesca artesanal (minha preferida, pessoalmente), ou a exploração pesqueira estar ainda no início de um longo processo. Também o custo da certificação é, por vezes, demasiado alto para operações de menor porte. Mas ainda assim, estas empresas ou explorações poderiam utilizar métodos de produção sustentáveis e deveriam ser recompensadas pelos consumidores. (Fonte: fishforward.eu)

Peixe fresco: preste atenção ao tamanho!

Uma forma muito fácil de comprar o peixe certo, na sua peixaria é estar atento ao tamanho mínimo recomendado para cada tipo.

O tamanho demonstra sua idade e, é decisivo para o reconhecimento de um peixe muito jovem, que ainda não atingiu a maturidade sexual, ou de um peixe adulto, que já teve a oportunidade de se reproduzir.

Capturar peixe cedo – antes de ter tido a oportunidade de se reproduzir – é um dos maiores problemas que conduz à sobrepesca. A recomendação aqui é clara: não compre peixe demasiado pequeno.

Crédito: UNESCO / nacoesunidas.org

3. Reduzir sua pegada de carbono

O aumento dos gases de efeito estufa e as mudanças climáticas estão afetando os oceanos, acelerando o derretimento das calotas polares e causando a acidificação dos nossos mares. Mudanças no clima já estão afetando a reprodução e a distribuição de espécies em diversos países.

A nossa mudança de hábitos é essencial para a redução da pegada de carbono. Fazer a compostagem dos resíduos orgânicos, reduzir o consumismo e deixar o carro em casa, substituindo-o por bicicleta ou por transporte coletivo, sermos conscientes sobre o uso de energia em casa e no trabalho, são algumas ideias.

Um litro de gasolina emite 2,3 kg de carbono, equivalente na atmosfera e, a fabricação de cinco sacolas plásticas emite 1 kg. Além disso, também é possível fazer a neutralização do carbono. Essas ações contribuem para a redução da mesma. (Fonte: Global Footprint Network)

É possível fazer uma estimativa sobre o tamanho que gastamos individualmente. Podemos calcular através do Carbon Footprint,  por meio de algumas informações básicas – o valor é aproximado, mas ajuda a ter uma noção e a repensar as escolhas cotidianas.

Podemos repensar o consumismo

4. Faça pequenas ações quando for à Praia

Leveza, paz, equilíbrio, é o que sinto quando estou perto do mar, e isto é tão especial, mas pode ser facilmente estragado pela visão do lixo, que se acumula na costa.

Quando formos à praia para descansar, praticar esportes, estar com os amigos ou observar a vida selvagem, é importante respeitar o ambiente que estamos e evitar remover pedras ou conchas.

Podemos fazer além. Que tal fazer seu próprio “2 minutos beach clean”, carregando o que encontrar ou organizar um grupo, para uma limpeza local – tudo isso ajuda.

Itens recolhidos em limpeza de praia

5. Pense em como nossa casa é conectada com o mar

Não importa onde moramos. Nossas casas e locais de trabalho estão conectados ao mar, através do esgoto ligado a ele.

Em muitos locais, infelizmente, não temos o tratamento de esgoto ideal, isso faz com que todo lixo descartado vá para os rios ou para o mar, (isto é até interessante para enfatizar, literalmente os animais marinhos estão a nadar nos nossos excrementos!).

Certifique-se de descarregar apenas o necessário na privada, nunca cotonetes, fio-dental, produtos sanitários ou lenços umedecidos, mesmo que eles afirmem ser biodegradáveis ou laváveis. Não coloque gordura ou óleo na pia.  

Use produtos de limpeza ecológicos e permita que a chuva escorra pelos esgotos – leve produtos químicos, tintas ou óleos ao centro de reciclagem de resíduos.

Aqui deixo o link de um produto do bem, que ajuda o meio ambiente, e mantém nossa casa limpa. Chama-se POSITIVA, utilizamos desde que nos apresentaram.

6. Ame o mar

A costa litorânea é vital para diversas espécies, abrigam rochas com mais vida marinha, como crustáceos e moluscos, por exemplo. Além disso, o turismo, lazer e proteção costeira são essenciais para a geração de recursos, para comunidades. Se amamos e valorizamos nossos mares e costa, temos mais chances de protegê-los, para as gerações futuras.

Aprecie o litoral, observe uma piscina natural e a vida selvagem da costa. Essas atividades ao ar livre sao ótimas para a nossa saúde e bem-estar.

“Há algo incrivelmente reconfortante no som do oceano, no aroma da água salgada e na sensação de areia quente entre os dedos dos pés. Agora, finalmente, a ciência alcançou e provou que a areia e o surf fazem bem à mente (e ao corpo). Então saia e colha os benefícios de todo esse ‘mar de vitaminas’!”  Sally Tapp, Marine Community Engagement Officer – Living Seas UK

Toda vida importa

7. Aprenda sobre nossos mares e espalhe a palavra

O mar cobre mais de dois terços da superfície da Terra. Nós realmente vivemos em um planeta azul. Não apenas vivemos, mas fazemos parte dele. Respire fundo…. nós somos feitos de água.

O mar desempenha um papel importante no ciclo do carbono, regulando os sistemas climáticos e meteorológicos, fornecendo recursos como alimentos, minerais e matéria prima, para obter novos tratamentos médicos. Quanto mais aprendemos sobre os problemas que nossos mares enfrentam, mais podemos ajudar a garantir que seja saudável para o futuro.

Educação Ambiental nas comunidades.

Divulgue, compartilhe o que aprendeu para educar e inspirar os outros!

8. Seja influente em outros setores

Embora todas as dicas acima, façam uma diferença importante, também precisamos ver mudanças em alto nível e o poder das pessoas pode fazer coisas incríveis.

Adicione sua voz a campanhas locais e nacionais, para ações como reciclagem de garrafas ou máquina recolhedoras, feito por empresas responsáveis. Em conjunto também, a proibição de distribuição de certos produtos (ex. sacolas plásticas, saquinhos para legumes e verduras).

Uma boa ideia, é iniciar uma petição, na sua cidade, para que tais produtos saiam de circulação, mas lembrando do esclarecimento, à população, sobre o desuso.

O melhor é explicar para todos, qual é o problema que temos atualmente, quanto aos plásticos, e trazer soluções e alternativas para que todos entendam e concordem com a mudança.

Vamos juntos nessa? Escreva aqui embaixo, mais ideias geniais, que podemos praticar aqui da nossa casa, para protegermos o futuro dos nossos oceanos.

Fiquem firmes, e até já!

GF

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: